sexta-feira, 26 de março de 2010

Golpistas tentam nova manobra no SINPRO Campos.

Com audiência na Justiça do Trabalho para avaliar o processo movido contra mim pela advogada do SINPRO Campos, Dra. Clésia Moraes, marcada para a próxima terça-feira (30/03), os golpistas que permanecem á frente do sindicato irregularmente desde 04/01 - graças à omissão da Comisão eleitoral que, descumprindo o que prevê o estatuto da entidade em seu artigo 51, não deu posse a nova diretoria na data marcada por ela própria - tentam uma nova cartada para se manter à frente do sindicato apesar da derrota nas urnas e da total falta de legitimidade.
Hoje, apenas um dia útil antes da data prevista - quando o estatuto prevê antecedência mínima de cinco dias para a convocação de Assembléias extraordinárias -fizeram publicar em jornal local edital de convocação de Assembléia para discutir a crise desncadaeada pelo golpe articulado pela Comissão eleitoral e a antiga diretoria contra a direção eleita em dezembro de 2010.
Uma vergonha tentar no último momento mais uma alternativa golpista contra a iminente derrota no tribunal.
Nós da Chapa 1 - Oposição. Reconstrução do Sinpro Campos estamos buscando junto a Justiça a suspensão da Assembléia convocada irregularmente e sem a devida mobilização nas escolas, que a antiga diretoria não tem mesmo o hábito de frequentar, e aguardamos tranquilos a decisão da Justiça no sentido de nos dar posse na próxima terça-feira, legitimando a vontade soberana da maioria da categoria manifestada democraticamente nas urnas nas eleições de dezembro.

ATUALIZAÇÃO em 30/03 às 08:00
Na verdade o edital convocando a "assembléia" golpista só circulou na edição de sábado do jornal O Diário.

Um comentário:

Amanda disse...

Fábio, não desanime. Siga confiante. Acredito na democracia e a justiça não vai permitir que ela seja jogada no lixo. Força!!!