quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

DEZESSEIS.

Talvez inspirado na juventude brasiliense de sua geração, o inesquecível Renato Russo, líder do Aborto Elétrico e da Legião Urbana, compôs uma conhecida canção chamada Dezesseis, que conta a trágica história de jovem popular, chamado Jhonny. O inquieto Adriano Moura produziu, a partir da canção, um texto que traz a cena a história de João Roberto, jovem de classe média com apenas dezesseis anos que vive na Brasília dos anos 80. Ao som das composições da banda Legião Urbana, a trajetória de uma geração é narrada. E mostrando em cena vários temas pertinentes aos universo jovem tais como: Conflitos de gerações, drogas, gravidez na adolescência, rachas ou pegas e AIDS. Todos tratados de forma direta e objetiva.

O espetáculo, uma montagem do Grupo "Cortinas Abertas" do SESI/Campos formado por alunos da oficina de teatro que é realizado anualmente na instituição, com Direção de Fernando Rossi, estará em cartaz nos dias 7, 8, e 9 de dezembro, a partir das 20 h no teatro do SESI/Campos em Guarus.

Dica cultural da Aucilene para este fim-de-semana.

Um comentário:

Xacal disse...

Caro Fábio,

Triste país esse o nosso, não.
delinqüência juvenil de classe média vira música, livro, peça, o escambal.Delinqüência juvenil de pobre vira inquérito, sentença ou atestado de óbito(quando acham o corpo).
Vá ao teatro.

Mas não me chame.



Xacal.Kbrunco.Lamparão. Críticos de teatro e recicladores de lixo.Afinal é tudo a mesma merda.