segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Corrida de campeão

Vou discordar de meu amigo Xacal - coisa que não é comum! Lewis Hamilton, na minha modesta opinião não é um "fora-de-série" da estirpe de "(...)Michael Schumacher, Senna, Fangio, Gilles Vileneuve, Nikki Lauda, por exemplo(...)" - fora-de-série é sua namorada a Pussycat Nicole Scherzinger...
Sem dúvida o inglês é excelente piloto, e seguirá em evidência nas próximas temporadas, como nas duas últimas. Mas sua vantagem - ou desvantagem - tem sido mínima, para ser mais preciso: 1 ponto. Bafejado pela sorte ontem ou penalizado pelo revés em 2007, esteve nas duas temporadas no nível de seus oponentes Raikkonen, Massa, Alonso. Ainda que sua equipe viva melhor momento e tenha lhe oportunizado vantagens operacionais sobre os outros concorrentes nessa temporada. Os fenômenos das pistas, Senna, Piquet, Niki Lauda, Prost, Schumacher, só protagonizavam equilíbrio quando atuavam na mesma equipe. Em vantagem, como teve Hamilton, sobravam.
O prodígio de Ron Dennis ainda precisa provar nas próximas temporadas as qualidades cultivadas no "laboratório" da McLaren para merecer os adjetivos d'A TroLha.
Já Felipe Massa fez uma corrida de campeão e provou que pode fazer a galera brazuca voltar a ter alegrias com a F-1.

ATUALIZAÇÃO EM 04/11 às 00:20
O sempre atencioso e gentil Dr. Flávio Mussa nos cobra - com razão - a inclusão do lendário Emerson Fitipaldi na nossa lista dos "fenômenos" das pistas. Na verdade, sem querer posar de muito jovem, a omissão se justifica pelo fato de que não tivemos a oportunidade de acompanhar os títulos de Emerson na idade da razão. Minhas memórias dos domingos de F-1 - inclusive do fatídico GP da Itália - estão vinculadas a Piquet e, sobretudo, a Senna; e a seus adversários contemporâneos (faltou também citar Nigel Mansel).

Em tempo, quero dizer que respeito, mas discordo do "voto de silêncio" do Caro Dr. sobre política. Vinha sendo uma voz corajosa e qualififcada no debate nesta blogosfera!

Voltando ao GP do Brasil de domingo, veja aqui o que disse o jornal espanhol AS sobre a ultrapassagem de Hamilton sobre Glock.

3 comentários:

Flávio Mussa Tavares disse...

Fábio, esqueceu de Emerson fittipaldi, campeão pela Lotus e pela Mc Laren.

Xacal disse...

Fábio,

Listas são sempre injustas...

Mas Fittipaldi e Piquet não são fenômenos...são semideuses, mas nunca alçaram a categoria e super-humanidade dos que citamos...

Tudo bem que a carreira de Fittipaldi não tenha o benefício da cobertura que hoje se faz, mas mesmo assim, em sua fase, O Lauda é o símbolo...aquele acidente, com o retorno, e a reconquista da performance são inacreditáveis...

Xacal disse...

PS: Fábio, esse seu passionalismo e patriotadas me lembram o galvão bueno...

a pequena diferença(um ponto, como vc diz) é mais uma comprovação do que falei: a McLaren é inferior na maioria dos circuitos, e seu "acerto" só equilibrou a disputa em alguns circuitos, no mais a Ferrari é muito melhor, basta ver o campeonato de construtores da última década...

Vou lembrar de novo: é o segundo ano do Hamilton...um vice-campeonato e um campeonato...qual piloto "normal" foi capaz de tal desempenho...?
Lembre-se querido, ano passado quem sentava ao seu lado era o nada menos bi-campeão Alonso, que foi engolido...

Se isso não basta para colocá-lo na galeria dos deuses da f1, não sei o que poderia...