sexta-feira, 1 de maio de 2009

Dar-se ao respeito

Fui ouvido hoje pela Folha da Manhã sobre as declarações do Vereador Nelson Nahim na tarde de terça-feira acerca dos "bloguistas desocupados".
Considero infeliz a generalização. Soube por um interlocutor que lá estava que, após a declaração de impacto, o Presidente da Câmara teria se referido a liberação de comentários digamos, levianos. Se for assim, concordo parcialmente com ele, embora, respeitosamente, considere que Sua Excelência podeia ter sido mais hábil e menos impulsivo no teor da declaração. Aqui mesmo, no Comentários, adotei a moderação em função de certos comentários anônimos, leviandades e despropósitos que surgem por falta de bom-senso ou por má fé de parte de quem interage com nossa mídia.
Mas seria bom que, pari passu ao monitoramento dos blogs, o universo dos Exmos. Senhores Vereadores se dessem ao respeito em suas intervenções nas sessões do Legislativo local. Comentários sobre empreendimentos privados que aparentemente não descumprem a Lei são despropositados e os contornos dos debates chegam ao ridículo. Não é razoável que numa sessão se gaste tanto tempo discutindo um empreendimento de jovens empresários, independentemente de seus laços de parentesco. Fica parecendo até merchand, embora eu não acredite nessa hipótese. Contudo, confesso que fiquei até curioso para conhecer a casa!
Chocante o que ouvi hoje de um amigo. Que "se divertiu muito com a sessão de terça", que ele considerou hilária. Disse ainda que quando se sentir estressado, irá a Câmara "se divertir um pouco" com os debates lá travados.
Fica a nossa expectativa para que a impressão de meu amigo não se confirme como algo rotineiro. Tribuna não é picadeiro!

3 comentários:

Capitão Poeira disse...

Ah...Sempre quis conhecer a Baviera!! Mas depois de quatro casos de gripe porcina, acho mais seguro ficar por aqui. E, depois de tanta publicidade, vou experimentar os requintes bávaros da planície.
Um amigo me disse que tem uma ótima promoção de lançamento: Pague 3, consuma 3 e 1/2 e assine 6 notas. Não entendi mas vou conferir.

Anônimo disse...

Será que para o Kassler usarão a carne dos três porquinhos? É uma espécie de magia egípcia?

Eeii, cuidado com o chucrute!!

Ciro Mendes disse...

Muito bom! Pelo que temos visto nos primeiros meses de governo, podemos considerar a Baviera Campista a primeira grande obra do governo atual?

Pena que por lá nada custa R$1. Chato, né?!
Pelo jeito, será o novo recanto do legislativo...hahaha.