domingo, 28 de junho de 2009

Ecológico

Entre os projetos que o Verador Renato Barbosa (PT) aprovou esta semana na Câmara Municipal, destaca-se a Lei ecológica que obriga os supermercados de Campos a utilizarem sacolas plásticas oxi-biodegradáveis, aquelas que por ação de luz e calor se degradam mais rapidamente e não deixam resíduos tóxicos no meio-ambiente por longos períodos.
Em Guarapari, o tradicional mercado Santo Antônio já utiliza este tipo de embalagem, assim como as lojas franqueadas das malhas malwee pelo Brasil afora.

8 comentários:

Anônimo disse...

O citado vereador mostrou que possui sensibilidade ecológica, parabéns; falta-lhe, infelizmente, uma calculadora para fazer as contas(que não batem, Xacal já provou)da verba repassada às empresas de ônibus.
O Renato Barbosa (PT) não ficou calado quanto ao verde; tomara que as verdinhas não calem.

FÁBIO SIQUEIRA disse...

Pois parece que a má-fé vai além da covardia do anonimato.
Xacal já denunciou e aqui também já tratamos dos problemas que parecem envolver as contas da "tarifa social" nos coletivos urbanos. O blog do Roberto Moraes também já abordou criticamente o tema.
O fato é que o vereador Renato Barbosa fez aprovar requerimento de informações sobre os repasses para as empresas de ônibus. É preciso porém prudência para afirmar - ou "provar" - que as contas "não batem", já que com as catracas abertas não há precisão no controle. Realmente há indícios de imprecisão, mas aqui não trabalhamos com leviandades típicas dos irresponsáveis que se escudam no anonimato.
O Vereador do PT saberá dar tratamento às informações que receber e encaminhá-las à instituições competentes pela transparência na gestão do dinheiro público. Aliás, a sociedade civil já se mobiliza para isso!
Contudo, a política tem aparente apelo social e não cabe açodamentoe irresponsabilidade na abordagem da questão.
Se é pra fazer a Câmara de picadeiro e tratar de "verdinhas", talvez haja na casa do povo vereadores com mais expertise e que sejam mais do agrado do comentarista supra.

Xacal disse...

Menos, menos açodamento, meu caro...

O leitor/colaborador expressou apenas uma esperança...leia: "tomara"...

essa também é minha esperança...que o silêncio do nobre edil seja tão somente uma incapacidade endêmica de fazer política na oposição, e que um pouco de convivência pode ajudar a melhorar(se ele assim quiser, é claro...)

fica a impressão, de que um político acostumado a sombra das verbas públicas, "energizado" no governo dos telhadeiros, não consegue achar o tom da oposição, como se justificasse as desconfianças que recaem sobre si...

quem não deve, não teme...

se a sua posição junto ao macabro foi só de solidariedade política, e uma tentativa de se eleger, tudo bem...refaça o discurso e vamos a luta...

mas a inação persistente deixa no ar dúvidas...

de que, ou de quem tem medo barbosa...?

é possível que a oposição seja monopolizada por bacellar, e pela folha de embrulhar peixe podre...?

é aceitável que as ações populares sejam propostas por um zé ruela damasceno qualquer...?

cadê o vereador...para que serve esse mandato, se não tem "cojones"....?

Anônimo disse...

Fabio, xacal, roberto se acham os donos da verdade; putxxx

ruivo disse...

fabio, eu tambem acho q ta mais do q na cara q ta tendo irregularidade, ta-se pagando uma verdadeira fortuna as empresas de onibus e a funçao de um vereador do pt é cobrar isso ate o fim, espero tambem q o renato cobre sobre o concurso do psf, nós q fizemos, pagamos 20 reais e nao tivemos nem o direito de saber se passamos ou nao. esperamos postura do renato, q chegou agora no pt, pois se for pra ter um vereador frouxo na camara, é melhor nao ter nenhum.

Anônimo disse...

Fábio, gosto muito do trabalho do vereador Renato Barbosa, por que você, que é companheiro de partido dele, não divulga mais o seu trabalho?

Xacal disse...

qual trabalho..rsrsrs...????

Xacal disse...

ahhh, já sei..ele trabalha todo dia em Macaé, como petroleiro...a vereança é só um "biscate"...