segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Nota da UJS

Em contraponto ao destacado no post abaixo, o André Lacerda, militante do PCdoB e Presidente da UJS - entidade ligada a Juventude e ME com sólidos e históricos laços com o partido - em Campos me enviou agora pela manhã a seguinte nota:

NOTA OFICIAL UJS

A União da Juventude Socialista (UJS) vêm por meio desta ratificar publicamente a posição consensual e unânime – aprovada pela direção municipal, legalmente amparada por nosso estatuto - em apoiar a candidata Rosinha no segundo turno das eleições em Campos.

A UJS reafirma seu apoio à candidata Rosinha por entender que não deve se abster na atual conjuntura política de Campos. Esse é um momento político importante e decisivo, onde a apatia política e/ou a abstenção não contribui para colocar nossa cidade no rumo do desenvolvimento.

É verdade que a União da Juventude Socialista (UJS), por meio de seus dirigentes e quadros, apoiou à candidata Professora Odete no primeiro turno das eleições, participando ativamente de sua campanha e coordenando as ações políticas na área da juventude.

É verdade, também, que a UJS optou por apoiar Rosinha no segundo turno, por acreditar que esta candidata é a única no atual cenário político que representa o projeto mudancista na qual defendemos no primeiro turno das eleições.

É verdade que membros da UJS ligados organicamente ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB), que inclusive são membros da referida direção partidária, seguirão a deliberação aprovada por nossa organização de apoiar a candidata Rosinha no segundo turno.

É verdade que Marcos Vinícius Tavares é fundador da UJS no município e foi eleito presidente de honra da nossa organização durante o 3º Congresso Municipal da UJS, realizado no último mês de junho. É um importante quadro político, que sempre esteve presente nas grandes batalhas de nossa organização, como na luta contra o fim do passe-livre e nas vitórias conquistadas no movimento estudantil.

Ressaltamos, ainda, que Rosinha foi a única candidata a se comprometer com as reivindicações da UJS e de toda a juventude campista, como a garantia do passe-livre, a fiscalização da lei da meia-entrada, a criação de uma política de primeiro emprego, a implantação de um programa de estágio remunerado para universitários, a moralização e democratização do programa de bolsas universitárias, entre outras.

Por fim, declaramos que defenderemos a nossa posição política com convicção, firmeza e com a mesma coragem que nos fez derrotar a ditadura militar e derrubar o Collor, com a mesma coragem que nos faz ser a juventude cara-pintada que esteve presente em todos os momentos decisivos no Brasil.

Saudações a quem tem coragem!

André Lacerda
Presidente Municipal - UJS Campos

5 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns Fábio, teve a coragem e a humildade de publicar essa nota!

Anônimo disse...

Acabamos de ver o programa eleitoral e se confirma o apoio.

Rodrigo Linhares disse...

Fabio, votei em Odete no primeiro turno, no segundo turno estava entre anular e votar em Rosinha, mas decidi votar em Rosinha, por questões de alternância e por achar que ela tem interesse em fazer uma Campos melhor, ainda que seja para credenciar seu grupo político.

Do outro lado, tô cheio do pessoal de Mocaiber, Arnaldo esta ligado a prefeitura a 10 anos, bilhões de Royalties foram pro ralo e a única coisa que ele quer é manter os corrupção da prefeitura e as boquinhas dos seus amigos.

A propósito, no primeiro turno o blog se posicionou favorável a Odete, e agora no segundo turno, Rosinha ou Arnaldo?

carlnitmetal disse...

PC do B nega aliança com Rosinha

A candidata derrotada do PcdoB, professora Odete Rocha, que conquistou o terceiro lugar no primeiro turno da eleição em Campos dos Goytacazes, negou que a juventude da legenda esteja apoiando a candidata do PMDB, Rosinha Garotinho no segundo turno.

A comunista repudiou o suposto apoio anunciado pela própria peemedebista em entrevista dada a televisão, na noite de sábado (11) e também em matéria publicada em jornal local no domingo (12), na qual o petroleiro Marcos Vinicius teria afirmado ser presidente da Juventude do PCdoB e declarado apoio à candidatura de Rosinha. Odete classificou o fato como "uma tentativa de enganar o eleitor".

Ela afirmou ainda que o partido não tem Juventude, muito menos uma presidência dessa suposta Juventude. A reunião do PcdoB, no domingo a tarde, por decisão unânime resolveu que a legenda não irá apoiar nenhum candidato no segundo turno.

Sagaz disse...

http://blog.sagazcarvalho.net/2008/10/14/a-ditadura-da-professora-que-parece-querer-se-abrigar-no-telhado-de-vidro/